Entenda a Diferença entre Planta Medicinal e Fitoterápicos

Planta Medicinal

É aquela comprovadamente capaz de curar doenças ou aliviar sintomas  que soma longa tradição de uso como medicamento em uma população ou comunidade. De acordo com a legislação brasileira (Lei 5991/73), plantas medicinais podem ser vendidas apenas em farmácias ou herbanários. Nesses locais, devem estar corretamente embaladas e acompanhadas da classificação botânica (nome científico) no rótulo. A embalagem de uma planta medicinal não pode apresentar indicações para uso terapêutico.

Fitoterápico

É o medicamento que tem a planta medicinal como matéria-prima. Ele é obtido usando derivados extraídos da planta (Extrato, Tintura, Óleo, Cera, Suco, etc.) que são industrializados. Esse processo evita contaminações por agrotóxicos e substâncias estranhas, garantindo a qualidade e eficácia do uso. Todo medicamento fitoterápico deve ser produzido em laboratório autorizado e obter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) antes de ser comercializado. Não são considerados fitoterápicos: Chás, Partes ou Pó de Plantas Medicinais, Homeopatia, Florais, Medicamentos Manipulados e Própolis.

Fonte: http://saude.ig.com.br/bemestar/guiaplantasmedicinais/entenda-a-diferenca-entre-planta-medicinal-e-fitoterapico/n1597687081923.html